Buscar meu imóvel

  • Qual Tipo de Negócio ?
  • Venda
  • Locação
  • Selecione uma cidade
  • AGUAS DE LINDOIA
  • AMPARO
  • BERTIOGA
  • CAMPINAS
  • DIADEMA
  • ITANHAEM
  • ITATIBA
  • JAGUARIUNA
  • MONGAGUA
  • MONTE ALEGRE DO SUL
  • SAO PAULO
  • SERRA NEGRA
  • SOCORRO
  • TUIUTI
  • Qual o Tipo de Imóvel ?
  • Apartamento/Flat
  • Barracão/Galpão/Armazém
  • Casa
  • Chácara
  • Escritório/Salão/Sala Comercial
  • Fazenda/Haras/Sítio
  • Kitnet
  • Loja/Ponto Comercial
  • Terreno
  • Quartos
  • Indiferente
  • 0 a 2
  • 2 a 3
  • 3 a 4
  • 4 a 5
  • 5 ou mais


Central de Atendimento

(19) 3807-3554

| (19) 3808-3620

| (19) 99175-1737

Últimos Cadastrados

$410,000.00

Casa
3 Quarto(s)
| 1 Suíte(s)
JARDIM SANTANA
AMPARO-SP


Locação:$1,300.00

Casa
2 Quarto(s)
JARDIM FIGUEIRA
AMPARO-SP

$350,000.00

Apartamento
3 Quarto(s)
TAQUARAL
CAMPINAS-SP

$550,000.00

Casa
3 Quarto(s)
| 1 Suíte(s)
RESIDENCIAL PAULISTANO
AMPARO-SP

Apartamento
3 Quarto(s)
| 1 Suíte(s)
CENTRO
AMPARO-SP


Locação:$1,600.00

Apartamento
2 Quarto(s)
CENTRO
AMPARO-SP

Notícias

TCU mantém punição a construtoras que fraudaram licitação da usina de Angra 3
Com a decisão do TCU, as empresas começarão a cumprir a pena de não poderem mais fechar contratos com o governo por cinco anos. O plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) negou nesta quarta-feira (20) os recursos apresentados pelas empresas Queiroz Galvão; Empresa Brasileira de Engenharia; Techint Engenharia e Construção; e UTC Engenharia e manteve a decisão de proibir essas construtoras de fecharem contratos com a União por cinco anos. Com a rejeição dos recursos, as empresas começarão a cumprir a punição aplicada em março de 2017 pelo plenário do TCU. Na decisão, as empresas foram declaradas inidôneas sob a acusação de fraude na licitação da usina nuclear Angra 3. Apesar da punição ter sido aplicada em 2017, elas ainda podiam continuar fechando contratos com a administração pública federal porque os recursos apresentados contra a decisão têm efeito suspensivo. Na época, o tribunal apontou que o dano aos cofres públicos causado pela fraude foi estimado em R$ 400 milhões, valor que sobe a R$ 1,5 bilhão se considerar valores atualizados mais multa. As quatro construtoras foram as primeiras citadas na Operação Lava Jato a serem condenadas pelo TCU com o impedimento para contratação com o setor público. Colaboração Apesar de também serem acusadas de participarem da fraude na licitação da usina nuclear, a Camargo Corrêa, Construtora Andrade Gutierrez e a Odebrecht não foram punidas com a proibição de contratarem com a administração pública federal por terem acordos de colaboração com o Ministério Público Federal (MPF). No recurso, a UTC pediu para ser retirada da lista de punidas por estar negociando um acordo de colaboração. O relator do recurso, ministro Walton Alencar afirmou, no entanto, que a empresa não firmou acordo de colaboração com o Ministério Público Federal e que, por isso, “não lhe qualifica para o status de colaboração de nenhum acordo”. O ministro do TCU relatou ainda que a empresa teve seu acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) cancelado por ter descumprido os termos do acordo. “Tarefa aqui não é salvar empresa” Ao declarar apoio à decisão do ministro Alencar de rejeitar os recursos, o ministro Bruno Dantas afirmou que o TCU não tem a tarefa de salvar empresas. “Nós não estamos aqui para salvar empresas, estamos aqui para salvar o interesse público. Nossa tarefa aqui não é salvar empresa”, disse. Em suas defesas contra os processos de inidoneidade, as empresas apontam que podem ir à falência se não puderem fechar contratos com o poder público.
Reforma da Previdência dos militares
Presidente Jair Bolsonaro entrega projeto na Câmara; no Ministério da Economia, técnicos falam sobre o texto Reforma da Previdência dos militares Presidente Jair Bolsonaro entrega projeto na Câmara; no Ministério da Economia, técnicos falam sobre o texto Bolsonaro entrega proposta de aposentadoria dos militares e pede 'celeridade' ao Congresso. Reestruturação de carreiras de militares custará R$ 86,8 bilhões em 10 anos, diz governo. Reforma da previdência dos militares prevê economia líquida de R$ 10,45 bi em 10 anos, diz governo. Proposta será analisada primeiro por uma comissão especial e, depois, pelo plenário da Câmara. Em fevereiro, governo também enviou PEC que trata da reforma da Previdência.
Reforma da previdência dos militares: entenda a proposta ponto a ponto

O governo apresentou nesta quarta-feira (20), a proposta de reforma da previdência dos militares – chamada de reestruturação do Sistema de Proteção Social das Forças Armadas. Veja a íntegra da apresentação da reforma Reforma prevê economia líquida de R$ 10,45 bi em dez anos Entenda ponto a ponto o que propõe o governo: Alíquotas de contribuição A proposta apresentada unifica a contribuição de todos os beneficiários do sistema, que passa a 10,5% sobre o valor integral do rendimento bruto a partir de 2022. Cabos e soldados estarão isentos dessa contribuição durante o serviço militar obrigatório. Haverá, no entanto, um período de transição: em 2020, essa alíquota será de 8,5%, e em 2021, de 9,5%. Hoje, pensionistas, alunos de escolas de formação, cabos e soldados não contribuem, enquanto ativos e inativos contribuem com 7,5% sobre o rendimento bruto. Pensionistas, cabos e soldados, além de ativos e inativos contribuirão também com 3,5% para o fundo de saúde, levando a alíquota total a 14%. Alunos de escolas de formação ficam isentos dessa contribuição. Alíquotas do tempo de serviço Reprodução Transição das alíquotas Reprodução Tempo de serviço Pela regra atual, a idade mínima de atividade é de 30 anos, tanto para homens quanto para mulheres. A proposta aumenta essa idade para 35 anos.  Tempo de serviço Reprodução Regra de transição para tempo de serviço Pela proposta, quem já tiver 30 anos de serviço quando as novas regras entrarem em vigor terá direito a transferência para reserva remunerada.  Quem ainda não tiver requisitos para a transferência terá que cumprir o tempo que falta para os 30 anos, mais um pedágio de 17% da quantidade de anos que faltam.  Transição do tempo de serviço Reprodução Idade limite para a transferência de reserva A proposta aumenta a idade limite para o militar ser transferido para a reserva. Atualmente, a idade varia de 44 a 66 anos, de acordo com o posto ou graduação. A proposta eleva esse intervalo para entre 50 e 70 anos.  Idade limite de transferência para a reserva Reprodução Novo rol de dependentes Independentemente de rendimentos – Redução de 8 para 2 categorias Cônjuge ou companheira (o) que viva em união estável, na constância do vínculo; filho (a) ou enteado(a), menor de 21 anos ou inválido(a) Desde que não tenham rendimentos – Redução de 10 para 3 categorias Pai e mãe; Tutelado(a), curatelado(a) inválido(a) ou menor de 18 anos que viva sob sua guarda por decisão judicial; Filho(a) ou o(a) enteado(a) estudante menor de 24 anos. Rol de dependentes Reprodução REESTRUTURAÇÃO DA CARREIRA Redução do efetivo Atualmente, a proporção atual do efetivo é de 55% de militares temporários e 45% de carreira. A proposta é reduzir o efetivo em 10% em 10 anos.  Redução do efetivo Reprodução Adicional de habilitação A proposta prevê reestruturar, em 4 anos, o adicional de remuneração mensal dos militares que realizarem cursos de aproveitamento. Veja abaixo: Altos Estudos Categoria I: de 30% para 71% Altos Estudos Categoria II: de 25% para 68% Aperfeiçoamento: de 20% para 45% Especialização: de 16% para 26% Formação: 12% Adicional de habilitação - complemento Reprodução Adicional de disponibilidade Os militares deverão passar a receber percentual incidente sobre o soldo (salário) de oficiais e praças pago mensalmente a partir de 1º de janeiro de 2020. Coronel e subtenente (32%) Tenente-coronel (26%) Major e Primeiro Sargento (20%) Capitão e Segundo Sargento (12%) Primeiro tenente e Terceiro Sargento (6%) Demais militares (5%) Adicional de disponibilidade - complemento Reprodução Ajuda de custo ao ser transferido para a reserva A proposta prevê um aumento da indenização ao militar que for transferido pela reserva. O valor passa de 4 para 8 vezes o valor da remuneração, paga uma única vez.

Casa

3 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
JARDIM SANTANA
AMPARO-SP
Cód: CS - 0324

$410,000.00

Barracão

1 Sala(s)
JARDIM ADELIA
AMPARO-SP
Cód: BR - 0007

Locação:$1,700.00

Casa

3 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
RESIDENCIAL PAULISTANO
AMPARO-SP
Cód: CS - 0317

$430,000.00

Casa

2 Quarto(s)
JARDIM FIGUEIRA
AMPARO-SP
Cód: CS - 0322

Locação:$1,300.00

Apartamento

3 Quarto(s)
TAQUARAL
CAMPINAS-SP
Cód: AP - 0068

$350,000.00

Casa

3 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
RESIDENCIAL PAULISTANO
AMPARO-SP
Cód: CS - 0321

$550,000.00

Apartamento

3 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
CENTRO
AMPARO-SP
Cód: AP - 0067

Apartamento

2 Quarto(s)
CENTRO
AMPARO-SP
Cód: AP - 0066

Locação:$1,600.00

Casa

3 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
JARDIM SAO ROBERTO
AMPARO-SP
Cód: CS - 0320

Locação:$2,000.00

Casa

2 Quarto(s)
JARDIM EUROPA
AMPARO-SP
Cód: CS - 0271

$300,000.00

Chácara

3 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
LOTEAMENTO CAMINHOS DO SOL
ITATIBA-SP
Cód: CH - 0068

$380,000.00

Casa

2 Sala(s) 3 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
JARDIM EUROPA
AMPARO-SP
Cód: CS - 0316

$650,000.00
Locação:$4,000.00
Desenvolvido por Sites para Imobiliaria

Martinelli - O Seu Portal de Imoveis

Rua: Comendador Guimarães, 206 - AMPARO / SP - CEP 13.900-470